Hino - São Pedro de Alcântara

Hino de São Pedro Alcântara
Letra e música de José Acácio Santana

Foi em mil oitocentos e vinte e nove,
Que em São Pedro chegou o primeiro imigrante.
Com seu árduo trabalho a floresta remove.
Desta terra se torna o primeiro habitante.

Na floreta se abre em clarão de esperança.
As famílias começam a plantar o sertão.
É São Pedro que surge, pequena criança.
É a história que vai sendo escrita no chão.

Se a lembrança falasse diria depressa:
Quanto esforço se fez na alegria e na dor.
Esta terra foi o berço de sonho e promessa,
Tão pequena no mapa e tão grande no amor.

Aos primeiros colono a nossa homenagem,
A semente lançada deu fruto aos milhares:
Quantos filhos daqui já seguiram viagem,
Ajudando a crescer outros tantos lugares.

Neste vale escondida na tua humildade,
És a mãe esperando seu filho chegar.
E por isso voltamos com muita saudade
Infinita vontade de te abraçar.

Estribilho:

São Pedro de Alcântara.
O teu povo sempre cantará:
Escreveste para a nossa história
Páginas de glória, de trabalho e amor.