Institucional

Caminhos da Imigração Alemã: Uma região que respira história, cultura e tradição!

ROTEIRO TURÍSTICO REGIONAL

A Associação Caminhos da Imigração Alemã, promove de forma regionalizada o turismo étnico, cultural, termal, ambiental e o rural, nos municípios de Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio e São Pedro de Alcântara. Na região da Grande Florianópolis, os oito municípios que compõem os Caminhos da Imigração Alemã, possuem em comum a forte contribuição da etnia germânica, permitindo trabalhar de forma integrada, os aspectos Históricos, Culturais e Turísticos de cada cidade, em um único roteiro.

Este projeto visa criar um roteiro que envolva oito municípios da Região da Grande Florianópolis, que possuem como atrativo em comum aspectos relacionados a cultura alemã. Salientamos que todos os municípios citados possuem uma riqueza cultural ímpar, representada tanto no patrimônio material como imaterial. As características alemãs são notáveis na hospitalidade, gastronomia, movimentos culturais (grupos folclóricos e festas tradicionais), arquitetura entre outros.

Todos os municípios possuem iniciativas de turismo, inclusive alguns com mais destaque, cita-se Rancho Queimado, que hoje integra a Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia e, em virtude deste trabalho associado, atualmente foi reconhecido pelo Ministério do Turismo, segundo o Plano Nacional do Turismo 2007/2010 – Uma Viagem de Inclusão, como o Destino Referência do Segmento Turismo Rural, juntamente com Anitápolis, Santa Rosa de Lima e Urubici; Santo Amaro da Imperatriz, com estruturas de prestação de serviços de atividades de aventura e Águas Mornas, com a ampla estrutura hoteleira, destacando-se pelas águas temais. São Pedro de Alcântara é a mais antiga Colônia Alemã fundada no Estado de Santa Catarina.

Embora alguns demonstrem maior desenvolvimento, todos os municípios oferecem bons equipamentos de hospedagem, alimentação e estruturas de lazer e entretenimento. Além disto, a região encontra-se geograficamente localizada nu local privilegiado, próximo a capital catarinense e com bons acessos rodoviários – Rodovias BR 101 e 282 – por onde transitam grande quantidade de turistas do oeste do estado, além de argentinos, uruguaios e paraguaios.

Vale ressaltar que o arranjo destes municípios ocorreu não apenas pelas características da imigração alemã, mas também por apresentarem outras semelhanças, como a predominância da cultura agrícola de pequenas unidades familiares; além disso, o desenho geográfico, a localização estratégica, entre outros fatores que demonstraram a viabilidade para se trabalhar este território visando a sua transformação efetiva num produto turístico. Que sejamos felizes em nossos propósitos.

Venha conhecer um pedacinho da Alemanha na região da Grande Florianópolis - SC.

 

EMPREENDIMENTOS INSTALADOS E FUNCIONANDO NA REGIÃO DOS “CAMINHOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÔ

 

INFORMAÇÕES PERTINENTES DA REGIÃO DOS “CAMINHOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÔ

DISTÂNCIAS ENTRE AS CIDADES DA REGIÃO DOS “CAMINHOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÔ


Fonte: www.abcr.org.br/geode/index.php?uf1=SC&po=1&uf2=SC&ori=8246&des=8176


PREFEITOS MUNICIPAIS DAS CIDADES DA REGIÃO DOS “CAMINHOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÔ


SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE TURISMO DAS CIDADES DA REGIÃO DOS “CAMINHOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÔ